terça-feira, 21 de janeiro de 2014

A Pedra

 
A águia e a pedra --
 11/09/2007 - 23:27
  O barco fora das ondas estava inerte.
A vela dançava ao vento, no mar ou na terra.
O homem olhava a hora no tempo que girava
Girava seu pensamento no mar ou na terra?

Ao lado do homem uma pedra com ângulos
Imóvel sem ser tocada, sem ser lapidada.
Nem o vento a alterava, na face da terra.
Quando a águia a tocou, o presente pulsou.

A águia com seu instinto, suas garras afiadas.
Fez a pedra sentir seu troféu, à liberdade.
A sensação das suas asas perfeitas e primitivas
Suplicou então a pedra, por um movimento.
Ao viajante dono do vento, silencio no ar...

Então tudo girou e interligou-se
No pensamento do homem o universo
Que movimentou seu corpo em sintonia
Carregou a águia e a pedra uma só ação
A pedra exultou quando de lugar se mudou
O homem suspirou em face à lei da atração...
Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®
 
 

2 comentários:

  1. Os movimentos são tão relativos, que a pedra se move e o vento parece estático! abraços

    ResponderExcluir
  2. Gracias Ives tuas palavras são preciosas neste meu caminhar e tua presença uma honra para meu humilde espaço.Um bj de violetas

    ResponderExcluir

Agradeço a visita!
A sua presença e comentário são um privilégio precioso.
Volte sempre é uma honra te receber em meu humilde espaço.
Um beijo de violetas.